Anestesias usadas na cirurgia plástica

Anestesias usadas na cirurgia plástica

A anestesia é um dos itens primordiais em qualquer procedimento cirúrgico. Ao contrário do que muitos pensam, não é apenas uma substância. Na verdade são muitos medicamentos associados, cada um com uma função: tirar a dor, dar amnésia, tirar a consciência, relaxar a musculatura, etc. Entre os tipos de anestesias mais usadas estão: a local, peridural, raquidiana, geral.

Os tipos de anestesias usadas na cirurgia plástica podem variar de acordo com a cirurgia, região a ser operada e as condições do paciente. E a escolha sobre o tipo adequado de anestesia a ser usada envolve o cirurgião plástico, o médico anestesista da equipe e, claro, todo histórico médico do paciente.

Basicamente, são quatro tipos de anestesias usadas na cirurgia plástica:

A anestesia local que é usada para evitar a dor na área em que será realizada a cirurgia. Durante a anestesia local, o paciente permanece acordado e consciente de tudo ao seu redor. Ela pode ser feita como anestesia isolada ou em conjunto com outra técnica anestésica.

A sedação que é administrada por via intravenosa (pela veia) e pode ser associada a outros tipos de anestesias durante a cirurgia, como por exemplo a local, a peridural ou raquidiana. Assim, a região anestesiada ficará adormecida e o paciente ficará dormindo durante a cirurgia plástica, sem sentir nenhuma dor.

A anestesia geral, que é usada para diversos procedimentos médicos e algumas cirurgias plásticas. Ela é indicada para cirurgias de maior porte ou para pacientes em que o controle das funções vitais precisam de maior atenção. Durante a anestesia geral, há um maior controle sobre a respiração, oxigenação, pressão, pulsação do coração, etc.

As anestesias peridural e raquidiana são aplicadas na coluna vertebral, por uma agulha. São capazes de bloquear a sensibilidade a partir de vários níveis do tórax ou abdômen. Geralmente, é acompanhada de sedação para que o paciente permaneça dormindo durante todo o procedimento. O que difere entre elas é a profundidade em que a agulha injeta os anestésicos, o que influenciam na duração e rapidez de ação dos anestésicos.

Como é decidido qual a anestesia usada na cirurgia plástica

A decisão sobre qual o tipo de anestesia será utilizada na cirurgia plástica, é feita pelo cirurgião plástico e pelo anestesista, com base em todas as informações sobre a saúde e hábitos do paciente. Desde os exames realizados no pré-operatório, o histórico médico, o uso de medicamentos, alergias, reações adversas a anestesias, entre outros fatores.

Fonte: http://edu.cirurgiaestetica.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *