Lifting facial é opção para quem busca procedimentos rejuvenescedores

Lifting facial é opção para quem busca procedimentos rejuvenescedores

Atualmente, o lifting facial é um procedimento cirúrgico bastante recorrido para corrigir as marcas do tempo que, naturalmente, aparecem no decorrer da idade. Também chamado de facelift, a técnica só pode ser realizada de maneira cirúrgica, apresentando resultados transformadores para o rejuvenescimento.

De acordo com o cirurgião plástico Dr. Dimitri Dimatos (CRM/SC 13001 RQE/SC 8964 e 9972), sócio da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, este é um procedimento muito utilizado para quem busca efeitos de rejuvenescimento. “O lifting facial atenua os sinais de envelhecimento temidos, enquanto procedimentos menos invasivos, como a aplicação da toxina botulínica ou de ácido hialurônico não são mais capazes de resolver o problema”, aponta o especialista.

O que é o lifting facial?

Segundo Dimitri, o procedimento, que também é conhecido como ritidoplastia, melhora os sinais visíveis de envelhecimento no rosto e também no pescoço. Inclusive, é bastante comum que o facelifting seja acompanhado de outras cirurgias. “Juntamente com o Lifting de face é possível fazer o Lifting de testa (frontoplastia), para corrigir a queda dos tecidos dessa região e a cirurgia plástica de pálpebras (blefaroplastia), para remover o excesso de pele palpebral e remover as bolsas de gordura da região”, explica.

Quem está indicado a realizar o procedimento?

Para realizar o lifting de face é importante estar fisicamente saudável, não ter o hábito de fumar e obter uma atitude realista em relação aos possíveis resultados. Além disso, o facelift é uma cirurgia reparadora, mas não interrompe o processo natural de envelhecimento. De acordo com Dr. Dimitri, as indicações para o procedimento se encaixam nas seguintes queixas:

  • Flacidez no terço médio e inferior da face, incluindo o pescoço;
  • Vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores;
  • Vincos profundos ao longo do nariz que se estende ao canto da boca;
  • Volume da face (gordura) que tenha caído com a idade;
  • Perda de tônus muscular na face inferior, podendo causar papada;
  • Pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula.

Quais resultados podem ser esperados após o procedimento?

Após a realização do facelift, os resultados irão aparecer conforme diminuir o inchaço e os hematomas. Por isso, os efeitos finais podem ajudar no reparo da autoestima, além de deixar a aparência mais jovem e descansada.

Dr. Dimitri explica que as pessoas que se submetem ao procedimento precisarão ter cuidados básicos para que a aparência rejuvenescida seja mantida. “A proteção solar ajuda a manter a aparência, minimizando o envelhecimento ou danos do sol, além disso, um estilo de vida saudável também ajuda a prolongar os resultados obtidos com a cirurgia, dando-lhe aparência rejuvenescida e jovem”, completa.

Como é o pós operatório do lifting de face?

Após a cirurgia, uma bandagem será colocada ao redor do rosto a fim de minimizar o inchaço e os hematomas do procedimento. Além disso, um dreno poderá ser posicionado sob a pele para drenar o excesso de fluido e sangue que possam se acumular na região.

Ficou interessado em realizar o lifting facial? Aproveite para marcar uma consulta com um especialista de confiança e tirar todas as dúvidas sobre o procedimento. Escolha o cirurgião plástico certificado em todo Brasil e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

Fonte- http://bit.ly/liftingfacial-sbcpsc


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *